Acho que estou acostumado a me sentar num quartinho e fazer com que as palavras tenham algum sentido. Já vejo o suficiente da humanidade nos hipódromos, nos supermercados, nos postos de gasolina, nas estradas, nos cafés etc. Não se pode evitar. Mas tenho vontade de me dar um chute na bunda quando vou a festas, mesmo que a bebida seja de graça. Nunca funciona comigo. Já tenho argila suficiente para brincar. As pessoas me esvaziam. Preciso sair para me reabastecer. Sou o que é melhor para mim, sentado aqui atirado, fumando um baseadinho e vendo as palavras brilharem na tela. Raramente encontro uma pessoa rara ou interessante. É mais que perturbador, é um choque constante. Está me tornando um maldito mal-humorado. Qualquer um pode ser um maldito mal-humorado, e a maioria é.
Charles Bukowski. 
Enquanto não atravessarmos a dor de nossa própria solidão, continuaremos a nos buscar em outras metades. Para viver a dois, antes, é necessário ser um.
Fernando Pessoa 
[…] Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna… ou melhor, não me pergunto, contesto. A resposta eu sei de cor, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos “bom dia”, quase que sussurrados. Sobra covardia e falta coragem até pra ser feliz. A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai. Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são. Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza. O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.
— Fernando Pessoa 
Me leva com você
Na sua mochila
No seu bolso
No seu coração
Clichês  
Eu sei que com você vai dar certo. Mesmo com as brigas, com as minhas implicâncias, mesmo com os desentendimentos. Vai dar certo porque eu sei que é você que eu quero, porque só tem você na minha vida, porque você está em todos os meus planos para o futuro. Vai dar certo porque nos amamos, e ninguém vai conseguir destruir o que sentimos um pelo outro. Eu sei que não.
Cássia Eller.   
Pudera eu ter asas
e voar para longe
fugir daqui
de dentro de mim.
Eufemistas 
O problema com o mundo é que as pessoas inteligentes estão cheias de dúvidas, enquanto os estúpidos estão cheios de confiança.
Charles Bukowski.  
A gente pode morar numa casa mais ou menos, numa rua mais ou menos, numa cidade mais ou menos, e até ter um governo mais ou menos. A gente pode dormir numa cama mais ou menos, comer um feijão mais ou menos, ter um transporte mais ou menos, e até ser obrigado a acreditar mais ou menos no futuro. A gente pode olhar em volta e sentir que tudo está mais ou menos. Tudo bem. O que a gente não pode mesmo, nunca, de jeito nenhum é amar mais ou menos, sonhar mais ou menos, ser amigo mais ou menos, namorar mais ou menos, ter fé mais ou menos, e acreditar mais ou menos. Senão a gente corre o risco de se tornar uma pessoa mais ou menos.
Chico Xavier.
o pensamento de ser alguém na vida
não apenas me apavora
mas também me deixa enjoado.
Charles Bukowski.
Capitu era Capitu, isto é, uma criatura muito particular, mais mulher do que eu era homem.
Machado de Assis. 
Eu me sentia cansado, no corpo e na mente.
— Charles Bukowski. 
Para falar a verdade
às vezes minto
tentando ser metade
do inteiro que eu sinto.
O Teatro Mágico.  

Whenever I’m alone with you, you make me feel like I am fun again

11313 listens